(Foto: Gothamist/Youtube)

Você se lembra daqueles dias frios de inverno em que você ia na casa da sua vó para comer uma sopa quente? Ou daqueles almoços de família em que a avó era a chef da cozinha? Esta é a tradição que Jody Scaravella, o proprietário do restaurante Enoteca Maria em Nova Iorque, quer recriar quando reúne, na mesma cozinha, avós de todos os cantos do mundo.

A ideia surgiu há uma década quando Scaravella convidou avós de nacionalidade italiana para confeccionar alguns dos pratos típicos do seu país. Hoje, o dono do restaurante é o único homem entre 30 mulheres oriundas da Itália, Argentina, Argélia, Síria, República Dominicana, Polônia, Libéria e Nigéria.

Todas as noites há uma avó italiana em frente ao fogão (basta consultar o calendário), acompanhada de outra com uma tradição culinária totalmente diferente. Verdadeiras líderes na família, cada uma destas avós sente-se como se fosse a chef desta cozinha.

A comida caseira provém de tradições autênticas onde não faltam ingredientes e técnicas da “velha escola”. Assim, para garantir que estas receitas não desaparecessem rapidamente, Jody Scaravella decidiu criar o “Nonnas Of The World”. Neste arquivo histórico estão guardadas as principais receitas e os nomes dos ingredientes utilizados por cada uma das avós, segundo a sua cultura e língua nativa. O livro que procura “honrar estas matriarcas” continua aberto a inscrições de avós de todo o mundo.

No fim de uma noite com ementa recheada, as avós recebem elogios dos clientes que se deslocam dos seus países só para experimentar estes pratos. Mais do que um costume, comida de vó é um sucesso.

Veja o vídeo (em inglês):