Você já deve ter visto a imagem da Monalisa, de Leonardo da Vinci, pelo menos algumas milhares de vezes. Mas, para milhões de deficientes visuais, a obra só é conhecida pelas descrições que elas ouvem das outras pessoas. Essa realidade agora pode mudar, graças à tecnologia de impressão em 3D.

O designer finlandês Marc Dillon está desenvolvendo um incrível projeto chamado The Unseen Art, em que recria famosas pinturas clássicas em versão tridimensional. A partir dessas impressões em 3D feitas com areia, deficientes visuais poderão “enxergar” essas obras pela primeira vez, através do toque das mãos.

“Imagine não saber como é o sorriso de MonaLisa ou os girassóis de Van Gogh. Imagine que você ouve as pessoas falando sobre isso a vida toda, sabe que aquela arte existe, mas nunca pode experimentá-la ou enxergá-la. Para os milhões de pessoas cegas, agora isso vai se tornar uma realidade. Será uma revolução levar os deficientes aos museus e às galerias de arte. Elas normalmente não vão porque lá não há nada para elas e nem podem tocar!”, diz Marc Dillon.

Os objetos impressos são feitos com areia, e mantém a escala original das obras.

Dillon pretende criar uma plataforma online que permitirá que artistas enviem sua arte em formato tridimensional, para que qualquer pessoa com uma impressora 3D possa criar novas.

Esperamos que, com esse tipo de iniciativa, os museus do futuro sejam mais acessíveis para todos!

Saiba mais sobre a ideia no site oficial do Unseen Art. Acompanhe também as novidades pelo Facebook do projeto.