Gravidade, de Alfonso Cuarón, marca o retorno do glorioso “filme espacial pornô”. Os visuais dignos de fazer você se sentir como se estivesse realmente no espaço, em uma aventura única. Mas há uma tradição de filmes espaciais de tirar o fôlego. Aqui estão os 10 filmes mais belos que se passam no espaço, antes de ‘Gravidade’.

2001 – Uma odisséia no Espaço

Sem dúvida um dos filmes mais belos já criados, com o jogo de mudança de Stanley Kubrick, visuais à frente de seu tempo gerado um verdadeiro sentimento de admiração e reverência. Não há nada como este filme, que basicamente estende a mão, agarra o público no rosto e grita: “Eis a beleza do além! Podemos ser pontos insignificantes no grande projeto deste mundo, mas ainda somos capazes de tocar a beleza de nossa galáxia.’’

Europa Report

A atenção aos detalhes e a quantidade excepcional de investigação que foi utilizado para o suspensei espacial  Europa Report é visível ali na tela. Como um pequeno e privado grupo espacial fez seu caminho até a lua de Júpiter, a importância do conhecimento e da sabedoria é ressaltada a cada volta. Talvez o momento mais gratificante é quando a sonda desce em Europa, mostrando o rosto rachado de um novo mundo.

O buraco negro

Criado com o uso de miniaturas insanamente complexos lentamente se movendo em um  céu pintado, Black Hole foi uma pitada excepcional de efeitos viasuais para a Disney na época. Não sendo capaz de bancar a ILM (Industrial Light & Magic) eles fizeram tudo do zero, dando o passo sem precedentes em buscar a ajuda de computadores.

Wall – E

O lado lúdico do espaço! O pequeno compactador de lixo com um coração de ouro faz o que muitos destes filmes não podia: dar ao público um lugar na primeira fila ao lado de uma nave espacial.

Sunshine

Danny Boyle aproveitou a proximidade de Sunshine do sol e banhou seu mundo estrelado em luz. Tire a trilha assombrosa e a atuação, e você ainda tem um belo filme no espaço.

Star Wars

Olha, nós apenas estamos colocando todos os filmes de Star Wars aqui. Mesmo os prequels. Do início ao fim, a única coisa que todos estes filmes têm em comum é um caso de amor com o espaço.

Apollo 13

Um lindo tributo de Ron Howard à NASA e a tripulação da Apollo 13, que também ajudou a introduzi um medo saudável dos perigos insanos de viagens espaciais. As fotos lindas da nossa Lua e do planeta Terra rapidamente abriram caminho para o medo do desconhecido.

Armageddon

Um thriller cientificamente impreciso que coloca todo o destino do mundo nas mãos de perfuradores de petróleo? Sim. No entanto o que Michael Bay consegue fazer com este filme é criar um sentimento de empolgação. Você sabe que é ridículo, mas você totalmente se inscreveria para a missão suicida de explodir um asteróide no espaço, porque aquele céu é lindo.

Missão: Marte

Que belo (embora totalmente enrolado) filme. A viagem ao Planeta Vermelho dirigido por Brian De Palma é forte, com cenas do espaço de tirar o fôlego. Mas antes que se torne um alienígena kumbaya-fest, o espectador começa a experimentar imagens belas já na introdução. Realmente lindo.

Jornada nas Estrelas, o filme. (1979)

E, finalmente, os nossos capacetes espaciais estão inclinados ao belíssimo Star Trek: o filme. Talvez não seja o nosso filme favorito Star Trek, mas é certamente o mais visualmente impressionante.