Se você esteve pela internet no último mês, é possível que tenha se deparado com a vitória do Brasil em uma das categorias do 64º Festival Internacional de Cinema de Berlim, com o filme “Hoje eu não quero voltar sozinho”. O filme, com estreia prevista para o dia 28 de março deste ano, tem angariado centenas de milhares, e até milhões de fãs desde sua primeira aparição, sob a forma de curta-metragem, em 2010.

Com o nome de “Eu não quero voltar sozinho”, o curta-metragem conta a história de Leonardo, um adolescente cego, e sua relação com os dois melhores amigos – Giovana e o aluno novo, Gabriel. Partindo dessa premissa, a película expõe, de forma leve e bem-humorada, os problemas presentes no crescimento de todos os jovens e nas descobertas da adolescência. A abordagem é tão sutil e não sobrecarregada, que nos identificamos com o contexto estudantil e a difícil experiência de crescer, potencializada com a deficiência visual de Léo. Além disso, assistimos à despretensiosa e absurdamente fofa história de amor que surge com a chegada de Gabriel à escola de Léo, culminando no clímax da produção.

O relacionamento, aliás, ponto alto do filme, proporciona ao protagonista uma nova maneira de encarar o mundo e promete ser aprofundado no longa-metragem ainda por vir. A história dos dois chegou a ser censurada no Acre ao ter sido confundida com o material didático do MEC: o “Kit Anti-Homofóbico”, cuja circulação havia sido proibida no estado. Assim, líderes religiosos locais conseguiram a proibição da exibição do filme em escolas, levando a uma carta aberta por parte dos produtores e a uma séria discussão sobre a censura na atual democracia brasileira – até onde ela pode ir, se a algum lugar?

Apesar dos pesares, o filme foi muitíssimo aclamado pela crítica, arrebatando todos os prêmios pelos quais concorreu e, assim como o longa-metragem, foi dirigido pelo cineasta Daniel Ribeiro e apresenta o mesmo elenco principal: Ghilherme Lobo no papel de Leonardo, Tess Amorim como Giovana, e Fabio Audi como Gabriel.

Confira abaixo o fantástico curta e o promissor trailer do longa-metragem:

Curta:

Longa: