Robin Williams faleceu nesta segunda-feira, aos 63 anos e em um aparente suicídio em Tiburon, na Califórnia. O ator e comediante é mais um dos grandes nomes que se foram em 2014. Ele participava da produção do terceiro filme da série de filmes de comédia “Uma Noite no Museu”. Para lembrarmos a carreira do artista, separamos 12 filmes clássicos que contaram com sua participação. Confira.

Bom Dia Vietnã (1987)

No clássico da década de 80, o ator é o animado DJ Adrian Cronauer, que viaja ao sudeste da Ásia para trabalhar em uma rádio do governo americano em meio à Guerra do Vietnã. O nome do longa vem do bordão usado pelo radialista ao iniciar as transmissões, cheias de músicas que não agradavam aos seus superiores.

Sociedade dos Poetas Mortos (1989)

Outro filme de época, tem como cenário uma escola preparatória e se passa em 1959. Williams é o ex-aluno e agora professor John Keating, responsável por usar métodos bem menos tradicionais para ensinar seus pupilos – e, consequentemente, provocar a ira da direção do colégio.

Hook: A Volta do Capitão Gancho (1991)

Interpretando um ex-Peter Pan, agora com 40 anos, o ator se vê tendo que voltar à Terra do Nunca para salvar seus filhos, sequestrados pelo bom e velho Capitão Gancho (Dustin Hoffman).

Aladdin (1992)

No clássico da Disney, o ator dubla o divertido Gênio da lâmpada mágica de Aladdin. Williams ainda emprestou a voz ao personagem para jogos e curtas.

Uma Babá Quase Perfeita (1993)

“Travestido” de babá escocesa, o desempregado Daniel Hillard (papel do comediante) tenta conquistar o cargo vago na casa de sua agora ex-esposa – e assim, se aproximar de seus filhos que foram tirados de perto dele. Uma sequência do filme, com Williams no elenco, estava planejada para breve.

Jumanji (1995)

No filme, Williams assume o papel do barbudo Alan Parrish, que, ainda jovem, ficou preso em um jogo de tabuleiro mágico, o Jumanji. Ele só volta a ver a luz do dia 26 anos depois, quando dois garotos resolvem encarar o desafio – mas sem saber dos riscos que correm enquanto não terminarem uma partida.

Gênio Indomável (1997)

Longa-metragem que rendeu o único Oscar do ator, fala sobre um zelador no MIT que tem o dom para a matemática. Williams é o psicólogo que dá apoio ao personagem principal, interpretado por Matt Damon.

Patch Adams – O Amor é Contagioso (1998)

O filme conta a história real do fundador do Instituto Gesundheit e um dos primeiros médicos a tratar pacientes usando o bom humor, ainda na década de 70. Robin Williams faz o papel do protagonista, Patch Adams.

O Homem Bicentenário (1999)

Robin Williams é Andrew, um robô responsável por fazer tarefas domésticas para a família que o comprou. Mas aos poucos ele adquire características humanas, e logo começa a buscar a liberdade.

O Som do Coração (2007)

Williams atua como o agente e antagonista Wizard, e contracena com o ainda jovem Freddie Highmore neste drama. Na história, o jovem órfão tenta usar seu talento musical para encontrar seus pais, enquanto seu “agente” o quer para ganhar dinheiro.

Uma Noite no Museu 1 e 2 (2007 e 2009)

Apesar de não ter sido aclamado pela crítica, os filmes carregavam uma premissa divertida – e tinham o ator no papel da estátua viva do ex-presidente americano Teddy Roosevelt. Um terceiro longa ainda está com a estreia prevista para o ano que vem.

Happy Feet 1 e 2 (2006 e 2011)

Novamente como dublador, o ator dá voz a dois pinguins, Ramón (parte dos Amigos) e Lovelace (o Guru).