A natureza sempre pode nos surpreender, e nas fotos abaixo vocês vão conhecer incríveis fenômenos raros que ocorrem em locais diferentes e em estações diferentes. Algumas imagens parecem ser tiradas de um sonho ou filme de ficção. Confira:

As rochas deslizantes são um fenômeno conhecido nos Estados Unidos. As pedras, algumas com centenas de quilos, se movem pelo deserto, deixando rastros na areia.

Um dos mais lindos fenômenos naturais do mundo, a aurora boreal ocorre quando há impacto da poeira espacial encontrada na Via Láctea com a atmosfera terrestre.

Todos os anos, a América do Norte testemunha a migração das borboletas monarcas no fim do verão. A migração chega a percorrer 4 mil quilômetros. O mais interessante é que nenhuma borboleta consegue completar o percurso de ida e volta. As fêmeas colocam ovos no caminho.

A Ilha do Natal, na Austrália, é o local de migração dos caranguejos vermelhos. Todos os anos, 43 milhões deles fazem o trajeto.

Um tornado de fogo. Esse raro fenômeno natural acontece quando, por conta da temperatura do ar, o fogo forma uma coluna vertical.

Outro fenômeno marcado pela beleza, os pilares de luz ocorrem quando há reflexo da luz do sol (ou da lua) em cristais de gelo.

As nuvens comuns surgem na troposfera, a parte mais baixa da atmosfera. Já as nuvens nacaradas aparecem em grandes altitudes. O nome vem de nácar, ou madrepérola, devido a sua aparência luminosa.

A Nova Zelândia é cheia de paisagens espetaculares. As pedras esféricas, até hoje um mistério para muitos turistas, são o resultado da erosão e do tempo.

A foto mostra um tipo de formação de neve que ocorre em grandes altitudes. A primeira descrição científica desse fenômeno foi feita por Charles Darwin, em 1839.

O Relâmpago de Catumbo é um fenômeno atmosférico que ocorre na Venezuela. Ele pode ser visto em até 160 noites do ano, 10 horas por noite e até 280 vezes por hora.