Nós temos conhecimento de que o som não se propaga no espaço. No entanto, existem sinais espaciais de ondas eletromagnéticas não detectáveis pelos ouvidos humanos que podem ser tornar audíveis para nós, quando passam por um processo de filtragem. Essa descoberta foi feita por pesquisadores da Universidade de Leicester, na Inglaterra, e o que eles registraram foi algo surpreendente.

Segundo a pesquisa, que foi feita com material de áudio captado pelo satélite Cluster 2 em 2001, os sons do espaço soam como uma floresta tropical, tendo tons parecidos com aqueles barulhinhos de pássaros, de sapos coaxando, de chuva nas árvores, vento etc.

De acordo com um comunicado da pesquisa, o som consiste em breves tons, que soam como um coro de pássaros ao amanhecer. Esse som é criado quando os elétrons atingem a atmosfera da Terra. Outra fonte também foi utilizada: a passagem do plasma pelo Sol. Ouça os sons no vídeo abaixo.

Através de um processo de transposição e filtragem do sinal (que fica naturalmente fora da frequência da audição humana), os tons se tornam audíveis. O líder da pesquisa Andrew Williams moldou o material e desenvolveu uma estrutura de desempenho usando um sistema de múltiplos amplificadores para recriar as qualidades espaciais dos sons.

Conversando com Sci-News, Williams disse que estava surpreso com a forma como os elétrons criam som na atmosfera da Terra como um canto dos pássaros. “Coletivamente, é surpreendente ouvir que o espaço tem uma qualidade quase animalesca para seus sons”, comentou o pesquisador.