Todo mundo que já encarou uma dieta pelo menos uma vez na vida sabe que essa é uma verdadeira saga. E o pior: é cheia de vilões. Parece que quando você anuncia para o mundo que está começando uma dieta séria (dessa vez), todas as delícias do mundo resolvem dar as caras e te seduzir. É docinho que oferecem depois do almoço, aniversário aqui, confraternização ali e brigadeiros por todos os lados. Parece que a sua decisão de entrar na linha faz com que eles se multipliquem automaticamente.

Mas, como em toda boa história, a saga da dieta também tem um herói. Ele parece ser um pouco do mal no começo, mas é ele que desperta aquela vontade de lutar contra a balança e conquistar o corpo que você sempre sonhou. Ele que motiva, e que manda recados sutis de que você precisa fazer mais se quer alcançar seus objetivos. Mas ele também é o primeiro a comemorar os bons resultados com você. Sim, estamos falando dele: o espelho.

Se você ainda duvida que o espelho é sim herói nessa história, vamos apresentar a você o estudo que prova que ele não apenas puxa o movimento pró-dieta, como também é um truque para ajudar a emagrecer mais rápido.

No vídeo abaixo, Richard Wiseman explica que o simples fato de nos olharmos no espelho antes de abrir a geladeira pode ajudar tanto a perder peso como a tomar decisões mais saudáveis na hora de escolher o que comer. Aparentemente, o ato de se olhar antes de, por exemplo, abrir a geladeira, trás consciência para um processo que na grande maioria das vezes é impulsivo.

Espelho, espelho meu, existe alguém mais guloso do que eu?

O estudo original é do psicólogo Brad Bushman, que descobriu que pessoas tendem a escolher comidas mais saudáveis quando têm que tomar essa decisão se olhando em um espelho.
Em sua pesquisa, realizada na Universidade Estadual de Iowa, nos Estados Unidos, ele pediu que 320 alunos sentassem sozinhos, um por vez, em uma sala. Metade desses alunos ficou em uma sala com espelhos, e a outra metade ficou em uma sala em que os espelhos estavam cobertos.

Depois, cada um deles recebeu um pacote com pães e três tipos de cream cheese (com os rótulos): regular (que continha 100 calorias a cada 2 colheres de sopa), leve (70 calorias) e 0% de gordura (30 calorias). Em um segundo estudo, ele pediu para que 979 consumidores de um supermercado provassem um pão, sendo que poderiam escolher o tipo de margarina que o acompanhava, entre as seguintes opções: regular (80 calorias por colher de sopa), levemente amanteigada (50 calorias) e 0% de gordura (5 calorias). As opções e a quantidade de calorias de cada uma estavam devidamente descriminadas, para todos verem. Então, metade desses clientes teve de comer na frente de um espelho. A outra metade, não.
Resultados

Você já deve imaginar quais são os resultados. Apesar do espelho não fazer diferença na quantidade consumida, tantos os estudantes quanto os consumidores do supermercado optaram por opções menos calóricas quando tinham que se olhar no espelho.
Ou seja: algo tão simples quanto um espelho colocado próximo a geladeira pode influenciar pessoas a evitarem alimentos mais gordurosos.