Os arqueólogos ficaram surpresos e emocionados ao descobrirem uma carta de amor do século 16 descansando sob o peito de uma múmia em um túmulo antigo em Andong City, Coreia do Sul.

O corpo mumificado era de Eung-Tae Lee, um membro do antigo clã Goseong Yi, que morreu com 30 anos de idade. A carta de amor foi escrita por sua esposa que estava grávida e com o coração partido por que ele a deixou para trás.

Esta mensagem de amor ficou ao seu lado desde 1582.

(Foto: Archaeological Institute of America)

Também foi encontrada na tumba estas sandálias lindamente tecidas a partir de casca de cânhamo e do próprio cabelo de sua esposa em luto.

(Foto: Archaeological Institute of America)

Na carta de amor está escrito:

Ao pai de Won

01 de Junho de 1586

Você sempre disse: “Querida, vamos viver juntos até nosso cabelo ficar cinza e morreremos no mesmo dia.” Como você pode ir sem mim? Quem eu e nosso menino iremos ouvir e como vamos viver? Como você pode ir bem na minha frente?

Como você pode trazer o seu coração para mim e como eu levarei meu coração para você? Sempre que nos deitamos juntos, você sempre me disse: “Querida, as pessoas não valorizam o amor, não da forma que sentimos um pelo outro! Eles não são realmente como nós!” Como você pode deixar tudo isso para trás e ir na minha frente?

Eu simplesmente não posso viver sem você. Eu só quero ir para onde você for. Por favor, me leve para onde você está. Meus sentimentos em relação a você, eu não posso esquecer neste mundo e minha tristeza não conhece limites. Onde eu coloco meu coração agora e como eu posso viver com nossa criança sem ter você por perto?

Por favor, olhe esta carta e me dê as respostas nos meus sonhos. Porque eu quero ouvir o seu dizer em detalhes em meus sonhos. Olhe atentamente por essa carta e fale comigo.

Quando eu der à luz a essa criança em mim, quem ele deve chamar de pai? Alguém pode imaginar como me sinto? Não há tragédia como esta sob o céu.

Você está apenas em outro lugar, e não em uma tristeza tão profunda como a minha. Não há limite e fim para as minhas tristezas que eu lhe descreva. Por favor, olhe atentamente para esta carta e vinde a mim em meus sonhos e mostrar-se em detalhe e me diga. Eu acredito que eu posso ver você em meus sonhos. Vinde a mim secretamente e mostrar-se. Não há limite para o que eu quero lhe dizer. Irei parar por aqui. Amo-te amado marido.