O Facebook estendeu ao Reino Unido a possibilidade de adotar gêneros diferentes dos padrões “homem” e “mulher”, novidade que desde fevereiro está disponível nos Estados Unidos.

Isso significa que quem usa a rede social em inglês britânico (além do americano) pode escolher um gênero que se adeque, como andrógino, intersexual, várias categorias de transexual etc.

Para fazer isso, basta ir à edição do perfil e, na área correspondente ao gênero, escolher a opção “Custom” (de customização). Então surgirá uma nova caixa, onde o usuário pode descrever a si mesmo.

Depois ainda dá pra escolher o tipo de pronome que será usado pelo Facebook para te descrever. As opções são “ele”, “ela” ou neutro.

A ferramenta tem o intuito de dar uma classificação adequada a quem não se enquadra nos gêneros tradicionais e binários (homem e mulher). Obviamente, sua função não permitir que os usuários exponham a sua orientação sexual, por isso não estão listadas opções como “gay” ou “lésbica”.