Uma garrafa jogada no Mar Báltico em meados de 1913 foi encontrada boiando, não muito longe de onde foi atirada. Konrad Fischer, pescador Alemão (sim, o pescador se chama Fischer) encontrou a mensagem em garrafa mais antiga de que já se ouviu falar: 101 anos.

É difícil entender como as correntes marítimas não levaram a garrafa pra bem longe de onde foi jogada. E infelizmente, o tempo deixou a mensagem quase ilegível.

O pescador Konrad Fischer encontrou a garrafa.

Sabe-se que ela foi atirada ao mar por um jovem alemão, de 20 anos, chamado Richard Platz. Entre as poucas partes legíveis, havia o endereço do remetente e a orientação para que a mensagem fosse retornada assim que encontrada.

Uma equipe do jornal The Guardian procurou por alguma notícia de Platz e descobriu que ele já havia falecido (Até porque, caso contrário ele teria 121 anos). Até seu filho falecera precocemente, aos 54 anos.

Contudo, foi possível entregar a relíquia a Angela Erdmann, neta de Richard Platz que mora em Berlim.

A garrafa ficará exposta no Maritime Museum de Hamburgo até o dia 01 de maio e de lá, ela voltará a ser analisada.

Quem sabe os especialistas descubram mais alguma informação e, finalmente, poderemos saber o que tentaram nos dizer a 101 anos.