A Internet, o pouso na Lua, a bomba atômica — todas as invenções que mudaram o mundo para sempre — foram previstas anos antes de sua existência. Mark Twain, célebre escritor americano, sonhava em 1898 com uma rede mundial de compartilhamento de informações; o francês Jules Vernes escreveu um romance sobre astronautas sem peso na Lua no ano de 1865; H.G. Wells previu a bomba atômica décadas antes de sua invenção, antes mesmo de saber que a explosão nuclear era possível.

E então, o que vem pela frente? Os analistas da Thomson Reuters se perguntaram isso. Então, baseando-se em patentes, pesquisas e artigos científicos existentes, eles chegaram a uma lista de 10 tecnologias que podem crescer ou surgir em 10 anos. Confira:

1 – O teletransporte quântico, o mesmo de Star Trek, será mais compreendido e possivelmente testado em 2025 conforme as técnicas usadas para estudar a partícula de Higgs avançam (neste ano, as pesquisas com essa partícula foram predominantes: expectativas em alta!).

“Beam me up, Scotty!”

2 – Os tratamentos de câncer poderão apresentar cada vez menos efeitos colaterais, visto que medicamentos mais precisos (que possuam mecanismos exatos para combater as doenças) serão desenvolvidos.

3 – Embalagens que possuem o petróleo como matéria-prima (o plástico é um exemplo!) serão substituídas por celulose totalmente biodegradável, um tipo de pseudo-plástico que possui matéria vegetal como matéria-prima.

4 – O mapeamento genético no nascimento e exames anuais médicos irão se tornar normas para gerir o risco de doenças.

“Meu filho tem variantes na região MC1R do cromossomo 16, mas apresenta altas chances de ser asmático. E o seu?”

5 –  A diabetes tipo 1 poderá ser evitada por meio da engenharia do genoma humano, que está abrindo caminho para a modificação de genes causadores de doenças e ajudando a prevenir condições metabólicas. À medida que a ciência avança, as patentes de organismos e segmentos de DNA surgirão, criando dúvidas sobre quem pertence quais direitos e deixando indefinidos os limites entre a natureza e o comércio.

6 – Enquanto a Organização Mundial da Saúde prevê que a demência, aflição causada principalmente pelo Mal de Alzheimer, poderá atingir quase 70 milhões de pessoas até 2030, os analistas previram que esse número pode ser atenuado por avanços da genética que levem à detecção precoce e por possíveis tratamento de doenças degenerativas do cérebros. Estudos podem isolar os cromossomos específicos que causam as diferentes formas dessas doenças.

7 – Escassez de comida e flutuações no preço de alimentos deixarão de existir: as plantações geneticamente modificadas crescerão rapidamente dentro de casa com o uso de um aparelho que ofereça a luz exata que a planta precisa 24h por dia, e as colheitas serão selecionadas para resistir a doenças.

“Menina, o preço da semente de milho geneticamente modificado não para de cair…”

8 – Haverá mais coisas conectadas à Internet do que pessoas: dos menores itens pessoais aos maiores continentes, tudo em todos os lugares estará digitalmente conectado como um resultado da melhoria de semicondutores, de capacitores de nanotubos de grafeno, de redes acelulares e da tecnologia 5G. Os carros inteligentes, as casas e os eletrodomésticos serão controlados digitalmente e conectados pelo mundo conforme a tecnologia sem fio melhora.

9 – A energia solar vai deixar de ser uma tecnologia restrita a ambientalistas e passará a ser a maior fonte de eletricidade e aquecimento do mundo. Os raios do sol serão colhidos, armazenados e convertidos mais eficientemente por meio de novos materiais e métodos.

10 – Aviões e carros movidos a energia elétrica serão mais leves, viajarão mais longe e armazenarão mais energia com baterias de ion-lítio, opções de armazenamento de hidrogênio reversíveis e nanomaterias em células de combustíveis (uma célula de combustível é como uma bateria, mas que funciona sem se esgotar). Conforme os micro aviões comerciais se tornem viáveis para viagens curtas e pequenos espaços de pouso, conseguir uma licença de pilotagem pode se tornar o novo rito de passagem para a vida adulta.

“Quero tirar o meu brevê logo, não aguento mais ir pra escola de avião lotado.”

Se você também quiser prever o futuro da tecnologia, mas não é um analista, leia essas dicas de um especialista!