A ONG Católicas pelo Direto de Decidir lançou nas redes sociais uma campanha com cinco vídeos com o tema “Católicas na luta pelo Estado laico e contra os fundamentalismos”.

A campanha, segundo a ONG, se deve ao fato de haver igrejas e organizações cristãs atuando para “impedir avanços e retroceder naquilo que conquistamos com tanta luta”.

Para a ONG, isso foi comprovado com a campanha e o resultado das eleições de 2016. “E quem são esses profanadores? São políticos que atuam por interesses particulares, financeiros e religiosos. A religião – geralmente cristã – para fundamentar a criação das políticas públicas.”

O primeiro vídeo (abaixo) diz em um rap:

Um corpo um ventre uma função
Não te dão opção e não te dão opção
O estado é laico mas a lei não não não não

A ONG, que é internacional, tem viés de esquerda — chama o presidente Michael Temer de golpista, por exemplo. E tem sido insistente na defesa da laicidade de Estado de países democráticos.