Um dos sonhos do pai da fotógrafa norte-americana Jinna Yang, 25 anos, era percorrer o mundo como um golfista profissional. Mas em agosto de 2012, Jay Kwon Yang morreu vítima de um câncer no estômago.

Como forma de homenagear e transformar o sonho do pai em realidade, Jinna decidiu largar o emprego, namorado e vender um apartamento de luxo em Nova York e conhecer o mundo ao lado de um totem em tamanho real do pai.

Jinna Yang com o totem do pai em frente ao Museu do Louvre, em Paris (Foto: Jinna Yang/Arquivo pessoal)

Inspirada nas fotos de viagens do Pinterest, a fotógrafa americana comprou uma passagem só de ida para a Islândia.

“Ele nunca viajou, e eu sei que este era um de seus sonhos. Então, eu decidi fazer este totem, pois ele está aqui de espírito, eu precisava mostrar esta história e isso poderia me servir como um projeto criativo”, disse Jinna ao site Huffington Post.

Jinna com o ‘pai’ em frente ao Coliseu, em Roma (Foto: Jinna Yang/Arquivo pessoal)

Para transportar o “pai”, ela fez recortes estratégicos no totem para que pudesse dobrá-lo em um formato portátil sem danificar e também para não chamar muito a atenção.

Jinna já passou pela Islândia, França, Itália e Inglaterra. Toda a aventura foi registrada no blog Grease & Glamour e no Instagram. Confira algumas fotos abaixo.

Gullfoss, na Islândia (Foto: Jinna Yang/Arquivo pessoal)

Duomo, Florença (Foto: Jinna Yang/Arquivo pessoal)

Na Riviera Italiana, em Levanto (Foto: Jinna Yang/Arquivo pessoal)

Skogafoss Fall, na Islândia (Foto: Jinna Yang/Arquivo pessoal)

Torre de Pisa, na Itália (Foto: Jinna Yang/Arquivo pessoal)

Torre Eiffel, em Paris (Foto: Jinna Yang/Arquivo pessoal)

Geysir, na Islândia (Foto: Jinna Yang/Arquivo pessoal)

Lago Azul, na Islândia (Foto: Jinna Yang/Arquivo pessoal)